Emoção marcada na pele: Feroiz Tattoo e Piercing

Sábado, dia 24 de novembro, a Cambirela leva a Segunda Edição do Tubá-nharô Music & Arts Festival a Todai-Ji Club e promete muita arte independente, música e chopp artesanal.

No evento teremos a presença do estúdio Feroiz Tattoo e Piercing que estará participando atendendo a galera que curte eternizar grandes momentos. Conversamos com os artistas para entender um pouco mais sobre o cenário e flash tattoo.

Confira a entrevista:

ERICK ELLWANGER: Fale um pouco sobre os membro do Studio.

Somos Elton e Fran, casados na vida e na arte.

Elton Chaves, 32 anos, natural de Vitória/ES, Tatuador a 12 anos, gosto muito de música, animais, e coleciono figure actions.

Fran Sipriano, 30 anos, natural de Tubarão/SC, formada em Artes Visuais, Body Piercer a 9 anos e Tatuadora a 6 anos, adoro decoração, plantas, e animais.

Qual a ideia do nome do estúdio?

A ideia do nome surgiu em  meio a brincadeiras de amigos, que acabou pegando e virando gíria.  De uma palavra que pega rápido, surgiu a ideia de fazer a marca. Feroiz é como temos que ser diante da vida, que não é fácil. Não se abalar, levantar todos os dias e seguir em frente, lutando pelos nossos sonhos.

“A arte é um estilo de vida. Não só se faz arte, se vive, se sente. “

Feroiz Tattoo e Piercing 

Conta pra gente um pouco da trajetória de vocês na arte.

Fran – Desde pequena fui envolvida por vários meios de arte, desde desenho, pintura, artesanato, e até mesmo música, através da minha família e escola. Sempre soube que não conseguiria me encaixar em um trabalho comum, mas que seria algo envolvido com arte. A paixão por piercings  e tatuagens veio desde cedo, vendo reportagens na TV, e na adolescência, o estilo agregou. Aos 20 anos fiz minha primeira perfuração em outra pessoa, e foi onde me descobri. Nunca imaginei que trabalharia com isso. Logo depois conheci o Elton, que já tatuava, e depois de uns anos, me incentivando justamente por já saber desenhar, resolvi aprender essa arte maravilhosa também. Tenho dois amores, divididos, mas que faço com muito carinho, respeito e dedicação. 

Elton – Desde pequeno, eu e meu irmão, gostávamos muito de desenhos animados e anime, e isso foi  um incentivo para desenhar. Na adolescência, comecei a me interessar por artes de rua, conhecendo grafiteiros, comecei a trabalhar com aerografia. Aprendi dessa arte e foi onde investi no desenho. Por ter conhecidos no ramo da tattoo, foi só questão de tempo pra me apaixonar pela arte e querer aprender. Não foi nada fácil, naquela época ser aprendiz era tenso, mas tenho orgulho da minha caminhada até aqui. Experimentei estilos e técnicas diferentes de tatuagem, e isso é uma evolução constante de cada artista, o tempo não para, e a arte também não.

O que despertou a paixão de vocês pela arte?

Foi muito natural para nós, desde a infância esse envolvimento com arte. Algumas pessoas realmente nascem com essa percepção, e acreditamos que foi essa questão. Temos formas muito diferentes de ver as coisas, mas conseguimos ver arte em tudo. E o enriquecedor é justamente, que não somos iguais, mesmo convivendo todo dia. Tivemos a chance de poder seguir nossos caminhos, com nossas preferências mesmo na vida adulta.

A arte é um estilo de vida. Não só se faz arte, se vive, se sente. E causar emoções em outra pessoa que na maioria das vezes nem conhecemos, é deslumbrante. E essa sensação é como o combustível para alimentar essa paixão.

Quais artistas/tatuadores influenciam vocês?

Fredão, Filipe Borges, Tampa, Sirena, Mordenti, Chico Morbene.

“Artistas que nos influenciam Fredão, Filipe Borges, Tampa, Sirena, Mordenti, Chico Morbene”

Feroiz Tattoo e Piercing 

Qual tua percepção sobre o cenário artístico da região, em especial o alternativo?

Infelizmente sempre houve uma falha na nossa região com o cenário artístico. E isso vem enraizado muito com a cultura, de que artista é vagabundo. Ou que ser artista tem que ser um hobbie. Ou que para que você seja reconhecido como artista na cidade, você tem que ter feito algo fora do estado ou até mesmo país.  Como se os da “casa” não fossem bons o suficiente.

Falta muito apoio, entre a própria cena.

Vocês costumam participar de eventos?

Não costumamos participar de eventos, mas organizamos eventos em nosso estúdio, e ficamos animados com a aceitação, e isso foi um estímulo para participarmos de futuros convites.

O que são flash tattoos e qual a expectativa de vocês em fazer flash tattoos no Tubá-nharô Festival?

Flash Tattoo são tatuagens de rápida execução. Desenhos prontos, sem alterações, exclusivos e com um preço mais acessível. Estamos empolgados para rabiscar a galera e que curtam o nosso trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *